Saquarema-RJ imuniza adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades

  • 22-09-2021 18:17

  • O município de Saquarema-RJ, começou a imunizar contra a Covid-19 os adolescentes com comorbidades. De acordo com a prefeitura, moradores de 17 a 12 anos com comorbidades receberão a primeira dose da vacina da Pfizer até sexta-feira (20/08/2021).

    A vacinação começou nesta quarta-feira (18/08/2021), para os adolescentes de 17 e 16 anos. Na quinta-feira (19/08/2021), será a vez de quem tem 15 e 14 anos. A semana terminará com a vacinação dos adolescentes com comorbidades de 13 e 12 anos, na sexta-feira (20/08/2021).

    Os postos de vacinação funcionam de 9h às 16h, no Centro Municipal de Educação Padre Manuel, no Porto da Roça, e na Praça do Bem-Estar, no Centro.

    A vacinação deste grupo etário ocorre após a conclusão da imunização dos maiores de 18 anos. De acordo com a prefeitura, a secretaria de Saúde está seguindo diretrizes da nota tripartite do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Ministério da Saúde, que prioriza aqueles que possuem comorbidades.

    De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, a vacinação dos adolescentes só pode ser feita com as doses da Pfizer. Saquarema ainda possui doses em estoque e aguarda a entrega de novas remessas para ampliar a vacinação.

    A aplicação de segunda dose segue conforme agendado no cartão de vacinação, das 13h às 16h.

     

    De acordo com a Prefeitura de Saquarema, moradores maiores de 18 anos que ainda não se vacinaram também podem se dirigir aos postos, em qualquer data ou horário, para receber o imunizante.

    O Plano Nacional de Imunizações considerou como comorbidades prioritárias as seguintes enfermidades: 

      • Pneumopatias crônicas graves;
      • Hipertensão arterial resistente;
      • Hipertensão arterial estágio 3;
      • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;
      • Doenças cardiovasculares;
      • Insuficiência cardíaca;
      • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;
      • Cardiopatia hipertensiva;
      • Síndromes coronarianas;
      • Valvopatias;
      • Miocardiopatias e pericardiopatias;
      • Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
      • Arritmias cardíacas;
      • Cardiopatias congênita no adulto;
      • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
      • Doença cerebrovascular;
      • Doença renal crônica;
      • Imunossuprimidos;
      • Anemia falciforme;
      • Obesidade mórbida;
      • Síndrome de Down;
      • Cirrose hepática;
      • Diabetes.
     

    Fonte: Equipe de Colaboradores